Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

Portuguese English Spanish

Opções de acessibilidade

Página inicial > 2019 > 149 - junho e julho > Conhecendo a cidade
Início do conteúdo da página

Conhecendo a cidade

Publicado: Segunda, 27 de Maio de 2019, 14h36 | Última atualização em Sexta, 28 de Junho de 2019, 16h25 | Acessos: 2201

Projeto promove roteiros geoturísticos em Cametá

Por Nicole França Foto Alexandre de Moraes

Com o intuito de valorizar o potencial histórico, cultural e patrimonial da cidade de Cametá, foi desenvolvido o Projeto de Extensão Roteiros Geo-Turísticos na cidade de Cametá (PA). Coordenado pelo professor José Carlos da Silva Cordovil, o projeto busca a valorização da cidade com base no debate sobre a importância da preservação do patrimônio em uma cidade ribeirinha da Amazônia.

“Para impulsionar esses debates, busca-se caracterizar o processo de formação de Cametá, delimitando aspectos sociais, políticos e econômicos que marcaram os períodos, bem como as transformações mais recentes. Além disso, o projeto pretende contribuir para a articulação entre teoria e prática no que se refere ao desenvolvimento das atividades curriculares do curso de Licenciatura em Geografia do Campus Universitário do Tocantins/Cametá”, afirma o coordenador.

Segundo José Carlos Cordovil, os roteiros são realizados em datas comemorativas, como carnaval, aniversário de fundação de Cametá (dezembro), festividade de São João Batista (junho), ou por demanda de eventos científicos do Campus Universitário de Cametá e de instituições parceiras.

Elaborados pela Faculdade de Geografia, os roteiros seguem a mesma metodologia do projeto realizado em Belém e coordenado pela professora Maria Goretti da Costa Tavares. Dessa forma, a atividade articula ações de pesquisa, ensino e extensão.

“Entre as principais ações, destacam-se: a pesquisa bibliográfica e documental, o trabalho de campo e a realização dos roteiros. Buscamos levantar a bibliografia básica sobre o turismo e a sua interface com a geografia e sobre a formação histórico-territorial da Amazônia. Durante o trabalho de campo, desenvolvemos entrevistas para complementar as informações já adquiridas. Nesta etapa, também é realizado um registro fotográfico das edificações, das praças e dos monumentos, assim como a marcação de pontos no GPS, para a elaboração de mapas para os roteiros”, explica José Carlos Cordovil.

Valorização do patrimônio local

De acordo com José Carlos Cordovil, a ideia de trazer o Roteiro Geo-Turístico para Cametá surgiu diante da inexistência de ações turísticas que valorizem o potencial histórico, cultural, patrimonial, assim como a memória socioespacial das cidades paraenses. “Com a expansão do projeto, foram incluídas outras cidades, como Marabá, Bragança e Santarém. No Campus de Cametá, ele foi cadastrado como projeto de extensão a ser realizado na Faculdade de Geografia, tendo como parceiro o Grupo de Estudos em Geografia do Turismo (GGEOTUR)”, declara o coordenador.

O Projeto de Extensão Roteiros Geo-Turísticos na cidade de Cametá (PA) iniciou suas atividades em 2014 e é destinado a todos os interessados em conhecer a importância histórica da cidade. José Carlos Cordovil ressalta que o principal público dos roteiros passou a ser universitários do Campus de Cametá, assim como alunos do curso de Geografia de outras instituições. Além disso, também são realizados roteiros com alunos do ensino fundamental de escolas da cidade.

“Os roteiros procuram enfatizar o processo de formação de Cametá e a dinâmica de relações que se dão mediadas pelo rio, além da importância histórica e patrimonial. Em cada ponto do percurso, os aspectos históricos e as transformações espaciais recentes são abordados. Como exemplo, na orla da cidade, são evidenciadas as edificações históricas, além do fenômeno da erosão, destacando-se as questões técnicas e lendárias ligadas ao fenômeno. A paisagem ribeirinha da cidade, com suas feiras e trapiches, também é debatida em sua relação com a Igreja Católica e suas edificações”, afirma o coordenador.

Para José Carlos Cordovil, a realização do projeto contribui principalmente para a valorização da memória socioespacial de Cametá, além de representar uma possibilidade de fomentar o turismo histórico, o turismo cultural e o turismo educacional.

Fique de olho: O próximo roteiro está programado para ser realizado em 22 de junho, aproveitando a festividade de São João Batista, padroeiro de Cametá!

Mais informações: roteirosgeoturisticos@gmail.com e no Facebook Roteiro Geo Turístico da UFPA.

 Ed.149 - Junho e Julho de 2019

-----

Roteiros Geo-Turísticos na cidade de Cametá (PA)

Coordenação: José Carlos da Silva Cordovil

Projeto de Extensão, Faculdade de Geografia, Campus Cametá.

 

Adicionar comentário

Todos os comentários estão sujeitos à aprovação prévia


Código de segurança
Atualizar

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página