Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

Portuguese English Spanish

Opções de acessibilidade

Página inicial > 2017 > 137 - Junho e Julho > Editorial da Edição 137
Início do conteúdo da página

Editorial da Edição 137

Publicado: Terça, 20 de Junho de 2017, 14h18 | Última atualização em Quarta, 28 de Junho de 2017, 16h50 | Acessos: 1529

 

60 anos. Além de Belém, são onze campi instalados nos municípios Abaetetuba, Altamira, Ananindeua, Bragança, Breves, Cametá, Capanema, Castanhal, Salinópolis, Soure e Tucuruí, por onde circulam cerca de 60 mil pessoas diariamente. Entre elas, estão 40 mil estudantes da graduação, cerca de 9.100 da pós-graduação, 2.693 docentes e 2.375 técnicos-administrativos. Esse é um raio-x parcial da Universidade Federal do Pará em números, mas a Universidade vai além dos números presentes nos relatórios.
Aonde chega e instala-se, a  UFPA cria laços com a população local e todos se sentem um pouco “dela”, porque nela trabalham, estudam, circulam ou usufruem de algum serviço prestado. A UFPA é a única a quem todos chamam “Universidade”.
Esta edição celebra essa trajetória de seis décadas formando pessoas, realizando sonhos e transformando vidas na nossa região. As próximas páginas trazem história, memória, políticas de inclusão, ações afirmativas, propriedade intelectual e assistência estudantil, e outras pautas que justificam ser a UFPA a referência de universidade na Amazônia.

Rosyane Rodrigues
Editora

Adicionar comentário

Todos os comentários estão sujeitos à aprovação prévia


Código de segurança
Atualizar

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página